Viagem aos antepassados

Lia Loiola Ximenes fala sobre sua experiência na viagem Siará – um mar de conhecimento.  
28/06/2019

É como uma viagem no tempo, um retorno à história que nos deu origem. Para falar de sua experiência na viagem Siará – um mar de conhecimento, Lia Loiola Ximenes, aluna do 4º ano do Ensino Fundamental, retoma o aprendizado do Projeto Siará Africano - do Banzo à Luz, que a fez mergulhar nas características da cultura africana e despertar para a história de nossos antepassados.

“Podemos falar antes sobre o projeto Siará Africano?”, indaga a menina, invertendo a lógica da entrevista e comprovando que os projetos em sala de aula e nas viagens se entrecruzam e se misturam. “O projeto começou com a leitura do livro “Vende-se uma família”, que conta a história da amizade entre um menino branco e um negro, Álvaro e Benício, que vivem muitas aventuras. Eles crescem e lutam juntos para abolir a escravidão”, resume.

Na apresentação de encerramento do projeto, Lia e seus colegas dançaram músicas africanas – “Salamaleculê”, “Amauê” e “Princesa Negra” – e também recitaram trechos do livro. A sua fala, ela guarda na memória: “Quando Álvaro estava no ventre de Maria de Fátima, Benício também estava no ventre de Maria de Luanda. Quando a Sinhá se preparava para dar a luz, uma das escravas já era separada para cuidar da criança branca”.

Chegaram os dias da viagem Siará – um mar de conhecimento. Lia acompanha o roteiro atenta, fazendo conexões com o que aprendeu nas aulas. “Vimos coisas que os nossos antepassados faziam como escrever os nomes, deixar recados e marcar os dias nas Falésias. Conhecemos também Aracati, Aquiraz, os museus”, observa. Ela ressalta que foram dias de muita diversão, com o parque aquático e a quadrilha no hotel e a visita ao engenho onde é produzida uma rapadura gigante. Lia já se prepara para o roteiro do ano que vem, o Viva Nordeste, em Pernambuco. Voltará cheia de histórias sobre a terra do frevo e do maracatu.    

 

Notícias Relacionadas

Davi Nogueira voltou do intercâmbio na Itália fluente no idioma e trazendo novos hábitos.
Nossas pequenas atletas se saíram muito bem nas competições.  
Agradecemos a todos os professores e alunos pelo empenho, profissionalismo e dedicação